terça-feira, 28 de junho de 2011

O monitoramento do volume do fluido crevicular gengival durante o tratamento ortodôntico: um estudo longitudinal randomizado

Qual a relação do volume do fluido crevicular gengival com a movimentação dentária promovida ortodonticamente?

.:. 

Autores: S. Drummond*, C. Canavarro*, G. Perinetti**, R. Teles*** and J Capelli Jr* (Departamento de Ortodontia – UERJ / Departamento de Biomedicina – Universidade de Trieste – Itália / Departamento de Periodontia – Instituto Forsyth - Boston - EUA)

Segundo Uitto (2003), o fluido crevicular gengival (FCG) é formado por uma mistura complexa de substâncias advindas do sulco gengival com restos de células e de bactérias. Segundo Pashley (1976), o fluido (FCG) é um transudato dos tecidos intersticiais produzido por gradiente osmótico. Entretanto, durante a inflamação periodontal, o mecanismo de formação do FCG é exsudativo.

Recentemente, muitos mediadores e enzimas oriundos do FCG tem sido investigados, assim como sua importância no monitoramento da perda tecidual durante a periodontite. Interessantemente, investigações prévias mostraram um aumento do volume do fluido durante a gengivite e periodontite. Em condições normais, 3 ml/h do fluido são encontrados no sulco crevicular, enquanto, durante a periodontite, mais de 44 ml/h são encontrados.

O presente estudo randomizado objetivou avaliar onde a aparelhagem ortodôntica (ou o movimento dentário) podem induzir mudanças detectáveis no fluido crevicular gengival (FCG).



O aparato ortodôntico utilizado de cada lado da arcada do paciente.


Resultados

- Quando se comparou os resultados do lado controle (com fio passivo) e do lado tratado (com a alça de retração ativada) não houve diferença estatisticamente significante. Quer dizer que, ao promover a movimentação dentária, o volume de fluido crevicular gengival não é aumentado significativamente.

- O maior aumento de volume foi aferido na face distal dos dentes que sofreram a movimentação.


Conclusões

- O volume do fluido crevicular gengival não é um biomarcador confiável para a remodelação tecidual que ocorre durante o tratamento ortodôntico.


Um comentário:

Odontologia Evidente disse...

Gostei do artigo doutor! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...